TurismoAzul 2013 - Todos os direitos reservados.​

É proibida a cópia e/ou reprodução das fotos sem a autorização

do autor, de acordo com a Lei 9610/98 dos Direitos Autorais.

  • Twitter Square
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Basic

A Ilha Shōdo (Shôdoshima) é uma ilha localizada no Mar Interior de Seto do Japão. O nome significa literalmente "Ilha dos Feijões Pequenos". Há duas vilas na ilha: Tonoshō e Shôdoshima, formando o distrito de Shōzu.

A ilha é famosa como o cenário da novela Vinte e Quatro Olhos e suas adaptações em filmes. A ilha foi a primeira área do Japão a cultivar com sucesso oliva, sendo conhecida às vezes como "Olive Island".

Shôdoshima é parte da província de Kagawa e localiza-se no norte da capital Takamatsu. Ela tem uma área de 153,3 km² e uma costa marítima de 126 km. Ela é a 19º maior ilha do Japão e a segunda maior no Mar Interior.

Shôdoshima abriga o Estreito de Dobuchi, o estreito mais estreito do mundo, com 9,93 m² em sua parte mais estreita. Balsas frequentem funcionam da ilha para Takamatsu, HimejiTeshima e Okayama. Há também balsas para Osaka e Kobe.

Shôdoshima é um destino popular para o turismo interno do Japão. Além das características naturais como o Estreito de Dobuchi, a Estrada do Anjo, o Parque das Olivas de Shôdoshima e o Kanka Gorge, Shôdoshima é famosa como cenário da novela anti-guerra Vinte e Quatro Olhos, escrita pela autora nativa Sakae Tsuboi e transformada em filme por duas vezes (1954 e 1987) bem como um especial de televisão. A ilha é o local de nascimento de dois outros escritores conhecidos: o marido de Sake, o poeta Shigeji Tsuboi, e a novelista e escritora Denji Kuroshima. Todos os três foram participantes importantes do movimento literário proletário, uma corrente importante e politicamente radical na literatura moderna japonesa.

Shôdoshima também é conhecido por suas olivas, molho de soja, macacos selvagens e praias. Além disso, turistas são atraídos pela versão em miniatura dos 88 templos da Peregrinação de Shikoku.

A ilha também é famosa por ser a primeira no Japão a cultivar com sucesso as olivas. Oliveiras proliferam na ilha e o comércio relacionado ao produto é muito popular entre os turistas.

Shôdoshima