TurismoAzul 2013 - Todos os direitos reservados.​

É proibida a cópia e/ou reprodução das fotos sem a autorização

do autor, de acordo com a Lei 9610/98 dos Direitos Autorais.

  • Twitter Square
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook Basic

Hokkaido, literalmente "Circuito do Mar do Norte, anteriormente conhecida como Ezo, Yezo, Yeso, ou Yesso, é a segunda maior ilha do arquipélago japonês, e é a maior e mais setentrional das prefeituras do Japão. É separada de Honshu pelo Estreito de Tsugaru. As duas ilhas são conectadas pelo Túnel Seikan. Suas principais cidades são Sapporo (capital), ObihiroOtaruAsahikawaKitami e Kushiro. A cerca de 43km ao norte de Hokkaido está a Ilha SacalinaRússia, enquanto ao leste e nordeste estão as disputadas Ilhas Curilas. A prefeitura é banhada ao norte e a leste pelo mar de Okhotsk, ao sul pelo oceano Pacífico e a oeste pelo mar do Japão.

A ilha de Hokkaido é localizada no extremo-norte do Japão, próxima da Rússia, e possui litorais no Mar do Japão, no Mar de Okhotsk, e no Oceano Pacífico. O centro da ilha possui um grande número de montanhas e planaltos vulcânicos, e há planícies costeiras em todas as direções. As maiores cidades incluem Sapporo e Asahikawa na região central e o porto Hakodatena direção de Honshu.

A jurisdição governamental de Hokkaido incorpora muitas ilhas menores, incluíndo Rishiri, Okushiri, e Rebun. (Pelo reconhecimento Japonês, Hokkaido também incorpora muitas das Ilhas Curilas). Já que o status de prefeitura que Hokkaido possui é definido pelo dō em seu nome, ela é raramente referida como "Prefeitura de Hokkaido", exceto quando é necessário distinguir a entidade governamental da ilha.

Hokkaido é a 21ª maior ilha do mundo por área. É 3.6% menor que a ilha da Irlanda enquanto Hispaniola é 6.1% menor que Hokkaido. Por população está ranqueada na 20ª posição, entre Irlanda e Sicília. A população de Hokkaido é 4.7% menor que a da Irlanda, e a da Sicília é 12% menor que a de Hokkaido.

Há três populações de subespécies de urso pardo de Hokkaido (Ursus arctos yesoensis). Há mais ursos pardos do em que qualquer lugar da Ásia, com exceção da Rússia. O urso pardo de Hokkaido é dividido em três linhagens distintas. Há apenas oito linhagens no mundo. Os de Honshu morreram há muito tempo. A espécie conífera nativa do norte de Hokkaido é a Abies sachalinensis (abeto sacalino). A hydrangea hirta também é localizada na ilha.

A região mais fria do Japão, Hokkaido tem verões relativamente frescos e invernos congelantes. A maior parte da ilha está na zona de clima continental úmido com classificação climática de Köppen-Geiger Dfb (hemiboreal) na maior área e Dfa (verão quenta úmido continental) nas terras baixas. A temperatura média em agosto fica entre 17 e 22 °C, enquanto as temperaturas médias em janeiro ficam entre −12 e −4 °C, ambos os casos dependem da elevação e distância a partir oceano, apesar de as temperaturas no lado oeste da ilha tenderem a ser um pouco mais altas que as do lado leste.

A porção norte de Hokkaido está no bioma taiga com muita queda de neve. A queda de neve varia de 11 metros nas adjacências das montanhas do Mar do Japão para cerca de 1.8 metros na costa do Pacífico. A ilha tende a ver tempestades de neve isoladas que se transformam em bancos de neve duradouros, em contraste com os aguaceiros constantes na região de Hokuriku. A precipitação total varia de 1,600 milímetros nas montanhas da costa do Mar do Japão para cerca de 800 milímetros (a menor do Japão) na costa do Mar de Okhotsk e nas terras baixas do interior, e 1,100 milímetros no lado do Pacífico.

Ao contrário das outras grandes ilhas do Japão, Hokkaido normalmente não é afetada pela estação chuvosa de junho-julho, mas com relativa falta de umidade e com ar aquecido, ao invés de quente. Esse verão ameno é atração para turistas de todas as partes do país.

No inverno, a neve fina de alta qualidade e as várias montanhas tornam a ilha uma região popular para esportes de inverno. A queda de neve começa no início de novembro e os resorts de esqui operam entre dezembro e abril. Hokkaido celebra seu inverno com o Festival de Neve de Sapporo.

Durante o inverno, a passagem pelo Mar de Okhotsk se complica devido aos grandes blocos de gelo à deriva. Combinado com os fortes ventos que ocorrem durante o inverno, isso frequentemente faz viagens aéreas e atividade marítima procurarem paradas além da costa norte de Hokkaido. Portos no Oceano Pacífico e no Mar do Japão são livres de gelo, apesar de a maioria dos rios congelarem no inverno.

A maior cidade de Hokkaido é a sua capital, Sapporo. A segunda maior cidade é Asahikawa na região central, seguida por Hakodate na região sul; outras cidades de destaque são RumoiIwamizawaObihiroKitamiWakkanaiNemuroKushiro e Abashiri.

A província de Hokkaido possui um total de 180 municipalidades, sendo 35 consideradas cidades "shi", 130 cidades-menores "cho" e 15 vilarejos "mura".

Várias destas cidades se tornaram famosas pela qualidade de sua produção local ou características geográficas. Wakkanai é a cidade mais setentrional do Japão e o ponto mais próximo da vizinha Rússia, Furano é a cidade das flores no verão e o local mais frio de Hokkaido no inverno, Otaru é famoso por seu sushiYubari pela qualidade de seus melões.

A única via de comunicação terrestre entre Hokkaido e o resto do Japão é o Túnel Seikan. A maioria dos viajantes chega de avião: o aeroporto principal é o Novo Aeroporto de Chitose, em Chitose, ao sul de Sapporo. Tóquio-Chitose é a mais concorrida das rotas aéreas do mundo, suportando 45 viagens de ida e volta, em três companhias de aviação, por dia. Uma destas companhias, a Air Do foi buscar o seu nome a Hokkaido. Pode-se ir, ainda, a Hokkaido através de balsa, a partir de SendaiNiigata, entre outras cidades. As balsas vindas de Tóquio transportam apenas carga. A Hokkaido Shinkansen pega passageiros em Tóquio e os leva até Hakodate em um período de quatro horas.

No território de Hokkaido existe ainda uma rede ferroviária de qualidade (a Hokkaido Railway Company), mas muitas cidades só podem ser acessadas pelas rodovias.

Hokkaido possui uma das três Melody Roads do Japão, ruas que tocam melodias instrumentais quando um carro passa sobre o trecho a uma velocidade de 40 km/h. A tecnologia usada permite que o asfalto “toque música” devido às vibrações da roda do carro em ranhuras ou sulcos que estão distribuídos no asfalto em intervalos muito específicos.

Hokkaido